Centro Coreográfico – Núcleo de Dança e Educação – Projeto Escolas

A Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura e o Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro apresentam:

PROJETO ESCOLAS | ESPETÁCULOS:  CAMINHOS / O QUE NOS MOVE

com a Laso Companhia de Dança

Local: Teatro Angel Vianna|Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro|Rua José Higino 115, Tijuca

ATIVIDADE GRATUITA
Para participar basta enviar e-mail para dancaeducacao.cco@gmail.com, especificando:

*nome do espetáculo
*nome da instituição (escola, projeto-social, ONG, instituição de assistência, escola de dança ou de artes)
*listagem com o nome de cada um dos integrantes do grupo
*nome e telefone da pessoa responsável pelo grupo

Release da atividade:

CAMINHOS

Com uma linguagem lúdica a peça “Caminhos”, revela os caminhos que o Homem trilha durante sua vida, usando como principal objeto de cena mesas de madeira, a peça vai sendo construída e desconstruída. O cenário móvel participa da coreografia tornando-se partefundamental do contexto. A escolha da mesa como objeto simbólico deste espetáculo, deve-se ao fato da sua presença marcante na vida humana, pois nela aprendemos nossas primeiras lições, nos relacionamos em nosso trabalho, em nossa casa, nos almoços em família ou nas praças e bares com os amigos. A mesa é um objeto social, um apoio e uma grande ferramenta de estudos do comportamento.

Dias 06 de Setembro – sexta-feira
Horário:  14h30 

Classificação Etária: Livre
Duração: 50 minutos

O QUE NOS MOVE

“O que nos move”, obra coreográfica de Carlos Laerte, discute o movimento humano a partir do diálogo entre profundidade e superfície: de que modo experiências profundas como o desejo e o sonho se manifestam na superfície das coisas? O que diz a nossa pele sobre nossos desejos? O que velamos quando nos vestimos? E o que revelamos? Como a experiência do afeto modifica a nossa relação com os objetos ao redor? Estas e outras questões são desenvolvidas na peça a partir da interação com o cenário, uma estrutura de ferro que avança e retrocede como um corpo, tendo por pele um grande tecido feito com mais de 500 roupas costuradas, onde as histórias pessoais são escritas e reescritas a cada instante. Assim, o movimento, apesar de sua fugacidade, vai aos poucos tomando forma de registro, ideia reforçada pelo uso de gravação de imagens fora e dentro da cena, em tempo real, aproximando passado e presente, brincando com a memória dos acontecimentos e com a sua possibilidade de repetição.

Dias 13 de Setembro – sexta-feira
Horário:  14h30 

Classificação Etária: Livre
Duração: 60 minutos

PÚBLICO ALVO: alunos e dançarinos com alguma experiência em linguagem corporal contemporânea

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: Livre

LOTAÇÂO: 150 lugares

IMPORTANTE!!! Enviaremos e-mail resposta confirmando a solicitação. A confirmação está sujeita também à lotação da atividade (150 lugares)

®Caminhos154

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s